Image for post
Image for post
Crédito: Acervo Pessoal

Se antes da pandemia o tema da habitação já era urgente, hoje ele é de extrema relevância, já que contribui para melhorar a vida de pessoas que reside em condições inadequadas. A sociedade deve estar atenta para a importância de apoiar empreendedoras e empreendedores de impacto que têm desenvolvido soluções inovadoras e acessíveis relacionadas aos desafios de moradia que afligem a população mais vulnerável.

Essas iniciativas, que têm potencial para impactar positivamente a vida de muitos brasileiros em esferas e abrangências para além do teto e das quatro paredes, optam por um viés propositivo para enfrentar os problemas da moradia


Image for post
Image for post
Crédito: Marco Torelli

Sempre acreditei na força das histórias — as que ouvimos, as que vivemos, as que contamos e as que criamos. O empreendedorismo social tem muito a ver com a reflexão de elaborar novas narrativas e dar respostas inovadoras às perguntas de cunho social. Essa modalidade de criar empresas com o propósito de endereçar soluções para problemas sociais que afligem a população em situação de vulnerabilidade social está associada a pessoas de diferentes classes sociais, profissões e culturas, mas que estão unidas pelo desejo de mudar a lógica social vigente no Brasil. …


Image for post
Image for post
Crédito: Alexandre Cerqueira

A pandemia pode levar mais de 150 milhões de pessoas à pobreza global e extrema em 2021, de acordo com o relatório Pobreza e Prosperidade Compartilhada, conduzido pelo Banco Mundial. Em face do impacto da covid-19, a América Latina e o Caribe contarão com 4,2% da população — 27,5 milhões de pessoas — nessa situação de vulnerabilidade social e econômica.

Uma das análises do mapeamento indica a importância de reverter a situação por meio de iniciativas firmes voltadas à redução da pobreza; a recomendação clara é que os países se preparem para a implementação de uma economia distinta, no período…


Image for post
Image for post
Crédito: Marco Torelli

O Mapa de Empresas, estudo divulgado pelo Ministério da Economia, revela que o Brasil registrou um recorde no número de novas empresas abertas em 2020, ou seja, foram 3,36 milhões de empreendimentos criados por microempreendedores individuais (MEIs). Esse é o maior volume registrado desde 2010.

Em janeiro deste ano, o País atingiu a marca de 20 milhões de negócios oficialmente em atividade. Especialistas no tema apontam a pandemia como uma das responsáveis por esse resultado — que seria, ainda, uma evidência de que passamos por uma crise na qual os desempregados são empurrados para um “empreendedorismo forçado”.

Esse contexto nos…


Image for post
Image for post
Crédito: Leo Orestes

De um game que ajuda os brasileiros a testar os conhecimentos em questões como democracia, divisão de poderes e sistema eleitoral a uma parceria com o ONU-Habitat (Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos) para diagnosticar os avanços do País nas metas de desenvolvimento sustentável, o Colab tem se destacado entre os negócios de impacto social mais relevantes dentro da temática de engajamento cívico.

A govtech, fundada em 2013 por Gustavo Maia e Paulo Pandolfi, tem desenvolvido maneiras inovadoras para dar mais voz e repertório ao cidadão e permitir ao governo que pratique uma gestão mais compartilhada, próxima e eficiente.


Image for post
Image for post
Crédito: Marco Torelli

O engenheiro ambiental Felipe Gasko, fundador da duLocal, conta que a proposta de criar uma startup de gastronomia — focada na entrega de refeições orgânicas e baseadas em vegetais, e que trouxesse um impacto social positivo — sempre esteve no seu radar. A startup de gastronomia com impacto social e ambiental positivos, criada por ele em 2018, funciona hoje como uma plataforma que conecta pequenos produtores locais de orgânicos a uma rede de cozinheiras empreendedoras de Paraisópolis para entregar pratos 100% vegetais, frescos e gastronômicos via delivery.

Na prática, a duLocal ajuda o produtor a escoar a produção, oferece a…


Image for post
Image for post
Crédito: Marco Torelli

A história da PrograMaria começa com a ideia de formar um grupo feminino — composto por designers e jornalistas — interessado em aprender a programar. Algumas delas já tinham tentado estudar o tema, mas havia a falta de apoio e de encorajamento. Esse desafio, aliás, é compartilhado por muitas garotas no Brasil. As mulheres são consumidoras de tecnologia, mas pouco participam da produção dela. …


Image for post
Image for post
Crédito: Prêmio Empreendedor Social

Robôs e chatbots (programa que simula um ser humano na conversação com pessoas) podem ajudar a aliviar a epidemia de saúde mental, sobretudo, quando relacionada às atividades profissionais. A sobrecarga de trabalho remoto teve um impacto negativo em milhões de pessoas, intensificando problemas como estresse, depressão e ansiedade, como aponta uma pesquisa divulgada pelo Fórum Econômico Mundial.

De acordo com o levantamento da Workplace Intelligence, 82% das pessoas entrevistadas acreditam que robôs são melhores que humanos para dar suporte a questões relacionadas à saúde da mente; para 64%, a “máquina” representa uma zona livre de julgamentos, na qual se pode…


Image for post
Image for post
Crédito: Renato Pizzutto

A pandemia tem exercido uma pressão sem precedentes na saúde da mente dos cidadãos do mundo. Estima-se que 284 milhões de pessoas sofram de ansiedade e 265 milhões, de depressão; o suicídio é a segunda causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos. Entretanto, apenas 2% dos orçamentos de saúde dos países são gastos para tratar e prevenir as doenças mentais. Essas são algumas das conclusões do estudo “Return on the Individual”, divulgado pelo Fórum Econômico Mundial.

Aliás, Davos 2020 trouxe uma mensagem clara e contundente: é hora de investir em um tema que gera retorno para indivíduos…


Image for post
Image for post
Crédito: Marco Torelli

Repensar os negócios à luz dos desafios da pandemia fez parte da rotina estratégica dos empreendedores de impacto social ao longo de 2020. No caso da Diaspora.Black, essa prática foi vital para a sobrevivência da empresa. Liderado por Carlos Humberto da Silva Filho, Antonio Pita, Cintia Ramos e André Ribeiro, o negócio nasceu para derrubar as barreiras que o racismo cria e recria. O quarteto acredita que o conhecimento e a vivência são ferramentas poderosas para combater o preconceito e, também, para criar pontes entre pessoas e culturas.

Como rede global de pessoas que amam a cultura negra e buscam…

Artemisia

Trabalhamos para identificar e potencializar negócios de impacto social. www.artemisia.org.br/

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store